TRICAMPEÃO DA STANLEY CUP! LET'S GO PENS!

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Pré Jogo - Penguins vs Devils



Classificação: Penguins (7º DM - 0 pts) e Devils (3º DM - 0 pts).
Jogo: Temporada regular- Jogo 1.
Horário: 20:00 de Brasília.
Dia: 3 de Outburo (Quinta-feira).
Local: Consol Energy Center - Pittsburgh, PA.

Até que enfim chegou a hora de matar a saudades dos pré-jogos importantes e de hóquei de primeira qualidade! O reencontro com o Penguins tem dia,hora e local marcados, 3 de Outubro as 20:00 de Brasília na Consol Energy Center.
O adversário é o conhecido New Jersey Devils, uma equipe que costuma aprontar contra o Penguins, portanto todo cuidado é pouco!

Se eu fosse falar todos os benefícios de começar uma temporada bem, este pré-jogo ficaria muito grande. Que tal citar um exemplo? O Blackhawks começou o ano passado vencendo tudo e foi campeão, se classificando com sobras para os playoffs... Já o Flyers que começou muito mal nem para a pós temporada foi.

Já está mais do que provado que começar com o pé direito faz a diferença, então nada mais justo do que buscar a vitória e aumentar a intensidade logo de cara certo? Vencer o Devils não é difícil e o Penguins tem um elenco muito mais forte e mais entrosado, basta jogar hóquei e não ficar no comodismo típico do primeiro jogo.
É claro que não se pode cobrar uma intensidade de playoffs, mas aos poucos é importante ir mostrando serviço e recuperando a confiança...

Entre os desfalques estão Letang e Vokoun. Sendo assim Scuderi irá fazer dupla com Maatta provavelmente, e Fleury será o starter com Zatkoff de backup.
Fora isso a equipe continua praticamente a mesma, resta apenas saber se Kobasew será ou não jogador do Penguins. Se ele for a vaga na terceira linha é dele, caso contrário ela ficará com Conner.
A base que enfrentará o Devils será mais ou menos assim:

KUNITZ - CROSBY - DUPUIS
JOKINEN - MALKIN - NEAL
KOBASEW - SUTTER - D'AGOSTINI
GLASS - JEFFREY - ADAMS

ORPIK - MARTIN
SCUDERI - MAATTA
NISKANEN - BORTUZZO

FLEURY
ZATKOFF (backup)

Meu palpite é: Penguins 3 vs 1 Devils.


Penguins realiza as últimas mudanças no roster antes do início da temporada


O técnico Dan Bylsma, juntamente aos seus assistentes, decidiu qual será o elenco que iniciará a temporada no dia 3 de Outubro. O roster está cheio de surpresas e alguns cortes ainda não foram devidamente aceitos e explicados...

Primeiramente fica a decepção quanto ao jovem Beau Bennett. Todos esperavam que o jogador atuasse na segunda linha ofensiva, porém Dan Bylsma preferiu deixa-lo no Wheeling Nailers até o momento e o jovem winger não estará presente nos primeiros lineups da temporada.
Simon Despres é outro que também não apareceu na lista como era esperado. O defensor iniciará a temporada 2013-14 atuando pelo WBS Penguins.

Chuck Kobasew ainda tem seu futuro indefinido, mas tudo indica que ele continuará na equipe e integrará a segunda linha ofensiva ao lado de Malkin e Neal.
O jogador estava em um tryout contract e aproveitou bem sua oportunidade, sendo inclusive um dos destaques da pré-temporada do Penguins. Resta saber se a comissão técnica enxergou o jogador da mesma maneira...

Com Letang e Vokoun fora por período indeterminado, Ruopp e Zatkoff ascenderam ao time principal. Os dois jogadores provavelmente voltarão ao WBS Penguins após a recuperação dos "donos da posição".
Outra surpresa é Olli Maatta, o jogador conseguiu obter a vaga de Simon Despres e provavelmente fará alguns jogos pelo Penguins já nesta temporada. Ele disputará posição com Bortuzzo, Ruopp e Engelland.

Derick Pouliot e Andrew Ebbett ficaram fora do elenco principal como era esperado. O primeiro voltou ao Portland Winterhawks (WHL) e o segundo foi para o WBS Penguins.
A expectativa é que nenhum destes jogadores atue pelos Pens neste ano e que voltem a ter contato com a equipe somente ao fim da temporada.

Rumores apontam novo goalie experiente no Penguins


O ínicio de temporada para os Pens não será da maneira que Dan Bylsma havia projetado. O goalie Tomas Vokoun, cotado para disputar com Fleury a vaga de starter goalie da temporada, se lesionou e declarou que quase faleceu em decorrência de um coágulo de sangue.

Visando a sua recuperação, o goalie ficará fora dos lineups por período indeterminado, o que pode levar muito tempo. Visto isso, surgiram rumores de que Ray Shero estaria procurando por um goalie experiente para realizar um contrato de um ano, sendo assim um novo backup para Fleury.

As especulações não agradam muito à torcida do Penguins uma vez que a franquia já possui diversos jogadores nesta posição. Além de Fleury que está confirmado como starter da temporada, Zatkoff (ex-goalie do WBS Penguins) mostrou-se preparado para ser backup na NHL o que torna uma nova contratação algo desnecessário.

Os nomes citados em rumores são: Bryzgalov, Theodore e Hedberg. Curiosamente todos estes nomes tem números piores que Fleury e Vokoun e não tiveram grande sucesso em suas carreiras.
Outra especulação em menor escalada é sobre a vinda de Rick Di Pietro, o que para muitos seria uma loucura de Ray Shero.

Atualmente o Penguins contará com Fleury e Zatkoff como os dois goalies que iniciarão a temporada 2013-2014.

Letang se lesiona e preocupa para o início da temporada


O principal defensor do Pittsburgh Penguins, Kris Letang, se lesionou e provavelmente ficará fora dos primeiros jogos da temporada regular. Ele teve sua lesão detectada pelo departamento médico do Penguins que lhe receitou repouso por período indeterminado.

Tanger junta-se agora com Orpik e Vokoun, outros dois jogadores machucados que são dúvida para a partida de abertura da temporada no dia 3 de Outubro.
Segundo a mídia de Pittsburgh ambos os defensores terão condições de jogo e cabe somente ao técnico Dan Byslma definir se eles deverão ir para o jogo ou esperar a recuperação de 100%.

Esperamos que Letang se recupere rápido e volte o mais cedo possível aos lineups!

GUIA DA TEMPORADA 2013-14


Faltam poucos dias para que o hóquei finalmente volte a fazer parte de nossa rotina. Deixar compromissos de lado para assistir os jogos, ficar até tarde da noite para acompanhar um overtime e mesmo assim acordar feliz na outra manhã devido a vitória do Penguins voltarão a ser eventos corriqueiros.

Visando o início de mais uma temporada, nós do blog Pittsburgh Penguins Brasil resolvemos fazer um guia analisando todas as equipes que possivelmente serão concorrentes do Penguins na briga pela Stanley Cup. Vale ressaltar que tudo que está contido neste post é opinião e poderá sofrer divergências a qualquer momento.

CONFERÊNCIA LESTE

PITTSBURGH PENGUINS
Divisão:
Metropolitana.
Status: Time ao qual torcemos e este blog é destinado.
Comentário: O Penguins tem tudo para ir muito longe nesta temporada. Durante a offseason foram feitas poucas contratações e a mais emblemática foi a de Rob Scuderi que irá ajudar muito no sistema defensivo. As linhas permanecem muito parecidas com as do ano passado, com exceção da terceira ofensiva que mudou bastante.
Chance de título: Alta.

PHILADELPHIA FLYERS
Divisão:
Metropolitana.
Status: Maior rival do Penguins.
Comentário: Após entrar em uma temporada como favorito ao título ficar fora dos playoffs o Flyers parece não querer repetir o mesmo feito. Giroux teve uma pequena lesão que não atrapalhará os planos da franquia. Os reforços foram poucos, mas bem pontuais como a chegada de LeCavalier... O ponto fraco continua sendo a defesa e o goalie.
Chance de título: Alta.

NEW YORK RANGERS
Divisão:
Metropolitana.
Status: Desafeto regional.
Comentário: A base do time continua mesma, a grande alteração é no modo de jogar com a saída de Tortorella. Nash (o grande "cérebro" do time) provavelmente terá mais liberdade em seu segundo ano em Nona Iorque, portanto todo cuidado é pouco com o time do Rangers este ano.
Chance de título: Alta.

NEW YORK ISLANDERS
Divisão:
Metropolitana.
Status: Desafeto histórico e regional.
Comentário: O Islanders surpreendeu na temporada passada ao chegar até os playoffs e dar trabalho para o Penguins. Nesta temporada o objetivo é o mesmo e sonhando mais alto os torcedores sonham em uma boa campanha que poderá remotamente ser coroada com o título. O ponto forte continua sendo Tavares, mas fora ele o time não é muito bom...
Chance de título: Baixa.

NEW JERSEY DEVILS
Divisão:
 Metropolitana.
Status: Adversário comum.
Comentário: O Devils passa por um período de reformulação. A franquia que não vai bem das pernas quer superar alguns problemas financeiros com bons resultado e um possível título. É difícil imagina-los campeões? Sim, mas não impossível! O ponto fraco é o despreparo da equipe que recentemente perdeu Kovalchuk (um dos principais jogadores), e o ponto forte fica por conta de Adam Henrique que promete continuar evoluindo seu hóquei.
Chance de título: Mediana.


CAROLINA HURRICANES
Divisão: Metropolitana.
Status: Adversário comum.
Comentário:
O time dos irmãos Staal vivia uma vida tranquila em sua antiga divisão, mas tudo que é bom dura pouco. Com o realinhamento, os Canes terão que jogar muito mais do que vinham jogando se quiserem chegar aos playoffs. Posso estar enganado, mas não os vejo se quer indo até a pós temporada... Mesmo assim a equipe é dura de se vencer, principalmente jogando em Raleigh e os Pens não terão vida fácil nos confrontos.
Chance de título: Baixa.

COLUMBUS BLUE JACKETS
Divisão:
Metropolitana.
Status: Adversário comum.
Comentário:
O quão estranho parece falar que o Blue Jackets é sério candidato a ir aos playoffs? Mas é exatamente isto que teremos nesta temporada! A franquia de Columbus se reforçou muito bem e fez algumas boas contratações que acrescentaram muito à base de jogadores jovens... Os grandes destaques ficam por conta de Brobovsky, Gaborik e Horton. Porém, mesmo reforçado, não é um time que eu apostaria sendo campeão...
Chance de título: Baixa.


WASHINGTON CAPITALS
Divisão:
Metropolitana.
Status: Desafeto atual.
Comentário: Os Caps iniciam mais uma temporada na briga por sua primeira Stanley Cup. Em recente entrevista, Ovechkin disse que está confiante que este é o ano para sair da seca... As chances existem? Sim e não são pequenas. O Capitals promete ser uma das equipes que mais causará problemas aos Pens e que proporcionará os melhores confrontos da temporada regular.
Chance de título: Alta.


DETROIT RED WINGS
Divisão:
Atlântico.
Status: Desafeto atual.
Comentário: Nunca se pode duvidar do Red Wings. O time é "copeiro", sabe se reforçar e ainda por cima tem uma excelente base de jogadores prospectos. Embora tudo isto seja fato, a reformulação no time de Detroit é evidente e as contratações feitas (sobretudo Weiss e Alfredsson) podem mais atrapalhar do que ajudar... Caso ajudarem o time se torna sério candidato ao título, caso atrapalharem até os playoffs podem se tornar um sonho distante.
Chance de título: Mediana.


TORONTO MAPLE LEAFS
Divisão:
Atlântico.
Status: Adversário comum.
Comentário:
O Maple Leafs está em em plena ascensão! O time de maior torcida da NHL conseguiu voltar aos playoffs na temporada passada após um longo tempo, e este ano nada mais justo do que almejar o mesmo certo? Errado. Com as contratações feitas e as declarações que vem sendo dadas por grande parte da mídia, o Maple Leafs tem tudo para ser uma das equipes que entrará na briga pela Stanley Cup...
Chance de título: Alta.

MONTREAL CANADIENS
Divisão: 
Atlântico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O que esperar do time mais tradicional da NHL que vem crescendo aos poucos e retomando seu lugar? Nesta temporada, nada de muito grande. O Canadiens fez algumas boas contratações porém continua sem apresentar algum jogador decisivo que seria o responsável pela afirmação da franquia como candidata ao título. Prevejo-os classificando para os playoffs, mas de jeito nenhum imagino o título indo para Montreal.
Chance de título: Mediana.


BOSTON BRUINS
Divisão: 
Atlântico.
Status:
Desafeto regional.
Comentário: De fato o Bruins perdeu algumas peças importantes na offseason, mas a base da equipe continua a mesma e alguns jogadores de nome como Marchand, Bergeron, Rask e Chara continuam no time, além da chegada de Jarome Iginla que acrescentou muito ofensivamente ao time de Boston. Certamente fará confrontos difíceis contra o Penguins acentuados pelo sentimento de vingança após a eliminação do ano passado.
Chance de título: Mediana.


OTTAWA SENATORS
Divisão: 
Atlântico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Os Sens vinham já há algum tempo em uma descrescente. Não se esperava muito deles nesta temporada, e o pouco que está sendo especulado caiu por terra com a saída do maior jogador da história da franquia, o forward Alfredsson que se transferiu para o Red Wings. Não os vejo nem se quer indo aos playoffs.
Chance de título: Baixa.


TAMPA BAY LIGHTNING
Divisão: 
Atlântico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O Lightning se tornou a grande incógnita da temporada 2013-14 pelo simples fato de ninguém saber sobre o entrosamento da equipe após a saída de LeCavalier. Mesmo sendo uma grande dúvida, não pode-se esquecer que a franquia de Tampa Bay tem um dois dos melhores forwards da liga (Stamkos e St.Louis) e uma base de prospectos muito boa. É bom ter atenção com os Bolts e saber aproveitar a fragilidade da defesa deles.
Chance de título: Mediana.


FLORIDA PANTHERS
Divisão: 
Atlântico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
A franquia de Sunrise não vem assustando ninguém já faz um bom tempo! A perspectiva para esta temporada não é diferente... Muitos afirmam que o Panthers será um dos sérios candidatos à conquista do 1st pick do draft. A grande chance de quebrar este paradigma é um entrosamento rápido dos jovens talentos recém chegados, algo que tradicionalmente não ocorre com facilidade.
Chance de título: Baixa.

BUFFALO SABRES
Divisão: 
Atlântico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O Sabres começa a temporada taxado de pior time do leste. A reformulação que vem ocorrendo colocou em dúvida até mesmo a permanência dos dois melhores jogadores da franquia, Vanek e Miller. Os problemas fora do gelo tendem a refletir nas atuações e sendo assim espera-se que o Sabres não passe de um saco de pancadas na temporada 2013-14.
Chance de título: Baixa.


CONFERÊNCIA OESTE

CHICAGO BLACKHAWKS
Divisão: 
Central.
Status:
Adversário comum.
Comentário: 
Os atuais campeões tem a difícil missão de repetir o feito e tornarem-se bicampeões da liga. Time para isso o Blackhawks tem, e as chances de chegarem até a final aumentarem após o realinhamento. Resta saber se o momento será o mesmo do ano passado...
Chance de título: Alta.

DALLAS STARS
Divisão: 
Central.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O Stars vive um momento de reformulação. A franquia acabou de ser remodelada e ganhou cara nova e alguns reforços (sobretudo Tyler Seguin). O grande problema é que tradicionalmente o período levado para uma readaptação é longo e pode ser que não dê tempo para que a franquia texana consiga fazer uma boa temporada. Chances muito remotas de classificação aos playoffs.
Chance de título: Baixa.

COLORADO AVALANCHE
Divisão: 
Central.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Bastaram algumas mudanças dentro e fora do gelo para que o time de Denver voltasse ao seu lugar. Uma das franquias mais tradicionais da NHL não ficaria por muito tempo sofrendo de carência de jogadores e como já era esperado os Avs ressurgiram e brigaram para tentarem ir aos playoffs. Título ainda parece distante se comparado aos outros times da mesma divisão como Kings e Hawks.
Chance de título: Mediana.

MINNESOTA WILD
Divisão: 
Central.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O Wild tem um excelente elenco com dois jogadores capazes de decidir um jogo tanto ofensivamente quanto defensivamente. Fatalmente devem se classificar aos playoffs, mas a equipe ainda não tem estrutura e nem está pronta para disputar pelo título... É um adversário difícil de se vencer, mas nada que assuste muito.
Chance de título: Mediana.

NASHVILLE PREDATORS
Divisão: 
Central.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Mesmo com a chegada de Seth Jones e a permanência de Shea Weber o problema dos Preds continua sendo o mesmo, o sistema ofensivo. A equipe sofre com a falta de bons atacantes e isso fatalmente resultará em algumas derrotas ao longo da temporada... Pode ser que o problema seja resolvido na trade deadline, mas já será muito tarde para pensar em pós-temporada.
Chance de título: Baixa.

ST.LOUIS BLUES
Divisão: 
Central.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O Blues chega para a temporada 2013-14 sem fazer grande alarde, o que pode ser perigoso ao início da competição. A franquia de St.Louis tem um time muito entrosado e de muita qualidade, fatalmente as equipes que ainda estão se estruturando serão presas fáceis deste time... Pela primeira vez consigo enxergar essa equipe chegando até a final da Stanley Cup, mas não acho que venceriam algum bom time do leste se ambas as franquias estivessem vivendo um mesmo momento.
Chance de título: Mediana.

WINNIPEG JETS
Divisão:
Central.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O mais novo membro do oeste tem pela primeira vez motivos para comemorar desde sua reentrada na liga. O Jets tem grandes chances de ir até os playoffs pelo fato de que está em uma conferência mais fácil, mas de qualquer maneira as chances de título são praticamente nulas se observado o elenco em relação aos outros times.
Chance de título: Baixa.

SAN JOSE SHARKS
Divisão:
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Uma safra de bons jogadores que viviam uma excelente fase está se acabando no time de San Jose. Na temporada passada algumas perdas de grande ênfase aconteceram e a equipe que tinha tudo para ser campeã já está começando a dar adeus e deixando um sentimento de "quase lá" nos torcedores do Sharks. Pode ser que este seja o último ano em que Marleau, Thornton, Pavelski e Couture consigam atuar juntos em grande nível... Sendo assim pode ser o último ano de reais chances de título do San Jose Sharks.
Chance de título: Mediana.

LOS ANGELES KINGS
Divisão: 
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Após 2 temporadas fantásticas (um título e um quarto lugar) o Los Angeles Kings entra novamente na briga pela Stanley Cup como um dos times favoritos. A base é a mesma do time campeão, as únicas grandes ausências são a de Penner e Scuderi que deixaram a equipe na offseason.
Chance de título: Alta.

ANAHEIM DUCKS
Divisão: 
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Com a chegada de Penner a franquia de Anaheim aumentou ainda mais o otimismo de seus torcedores em relação a temporada 2013-14. O ponto fraco é o sistema defensivo que poderá deixar com que alguns pontos fáceis escapem, mas nada que comprometa uma possível ida aos playoffs. Podem ser campeões? Difícil, mas existem chances...
Chance de título: Mediana.

EDMONTON OILERS
Divisão: 
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
Todos estão esperando para saber se os muitos jovens talentos finalmente conseguiram um padrão de jogo que promete dar medo em qualquer franquia da NHL. Caso este padrão já exista, combinado à experiência de jogadores recém chegados, o Oilers se tornará sério candidato ao título... Mas, caso a equipe ainda viva momentos de instabilidade, será difícil recuperar o tempo perdido ao meio da temporada.
Chance de título: Mediana.

CALGARY FLAMES
Divisão: 
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O time de Calgary fez um draft razoável e ainda precisará de mais alguns anos para acertar novamente a franquia. Não os vejo indo aos playoffs e aposto que serão uma das maiores decepções desta temporada...
Chance de título: Baixa.

VANCOUVER CANUCKS
Divisão: 
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
O Canucks tem um bom time, bons jogadores, uma torcida apaixonada e um grande problema para esta temporada. A geração que quase conquistou a Stanley Cup está envelhecendo e os contratos estão se acabando. A pressão pelo título poderá atrapalhar mais do que ajudar e portanto não consigo vê-los campeões nesta temporada.
Chance de título: Mediana.

PHOENIX COYOTES
Divisão: 
Pacífico.
Status: 
Adversário comum.
Comentário:
De longe é a franquia com maiores problemas da NHL. A coisa está tão feia fora do gelo que os jogadores mal sabem o que o destino os reserva... Pode ser que em pouco tempo todos estejam de mudança para Seattle ou Quebec, ou quem sabe permaneçam jogando para um público de mil torcedores que mal sabem o que é o puck. Os problemas fora são tantos que no gelo fica difícil ir bem, ser saco de pancadas é quase que uma certeza...
Chance de título: Baixa.

sábado, 28 de setembro de 2013

TEMPORADA 2013-2014 - Palpites e previsões


A temporada 2013-14 está prestes a começar! No clima de reinicio da liga o blog Pittsburgh Penguins Brasil decidiu juntar-se ao redator Leonardo Pereira do blog PensFanatics para fazer algumas previsões e dar alguns palpites sobre a próxima temporada 

Gostaria de aproveitar o espaço para divulgar algumas páginas que poderão ser úteis aos torcedores do Penguins na temporada 2013-14! Todas elas tem parceira com o nosso blog e são aprovadas por todos os membros da equipe.
Em especial, visitem o PensFanatics, um blog com muito humor que traz notícias do Penguins de uma maneira diferente e muito irreverente!


Grupo de torcedores no facebook: https://www.facebook.com/groups/pghpenguinsbrazil/
Twitter oficial do blog Pittsburgh Penguins Brasil: https://twitter.com/PPenguinsBr
Página no facebook: https://www.facebook.com/pages/Pittsburgh-Penguins-Brasil/146756562045795?fref=ts
____________________________________________________________________________
P.A Coimbra (redator do Pittsburgh Penguins Brasil):
Acredito que a temporada vá ser muito boa para os Pens! Um novo formato, equipes muito equilibradas e a presença de dois novos times candidatos aos playoffs no leste. O Penguins não se movimentou muito no mercado, mas fiquei feliz que a base foi mantida e o time continua muito sólido... Temos tudo para começar a temporada muito bem e manter o ritmo até os playoffs. Continuamos como favoritos e pretendentes ao título!

PALPITE DO CAMPEÃO: Penguins campeão vencendo o St.Louis Blues na final por 4-3.
CAMINHO DO PENGUINS: Classificação em primeiro lugar da conferência leste. Primeira rodada vitória por 4-0 sobre o Leafs (wild card), na final da divisão uma vitória por 4-3 sobre o Flyers e na final da conferência um triunfo de 4-2 sobre o Capitals (wild card). Na final da Stanley Cup uma disputa histórica com o Blues que será vencida pelos Pens por 4-3.
DESTAQUE DO PENGUINS: Crosby! O capitão vai estar recuperado de todas suas lesões (inclusive a que teve na mandíbula) e tem tudo para despontar na temporada e nos playoffs.
POSSÍVEIS SURPRESAS: Malkin é um gênio e sempre pode surpreender, Letang também é outro jogador que vem crescendo anualmente e tem grandes chances de melhorar ainda mais. Mas, acredito que a grande surpresa será James Neal que ao meu ver é um dos melhores jogadores da NHL em sua função.
____________________________________________________________________________
Leonardo Pereira (redator do PensFanatics, professor e Kamen Raider aos fins de semana): Ói, acho que o time vai vir mordidão. Primeiros jogos da temporada regular serão para ajeitar a máquina. Prevejo mais um mês invicto.

PALPITE DO CAMPEÃO: Penguins varrendo o "Me Cago Blackhawks".
CAMINHO DO PENGUINS: Primeiro lugar em tudo (President's oe), 4-0 no Bruins, 4-2 no Detroit e 4-1 no Rangers na final da conferência. Vitória por 4-0 sobre os Hawks na final.
DESTAQUE DO PENGUINS: Crosby com mais um recorde.
POSSÍVEIS SURPRESAS: Vokoun (mitando) e Neal.
____________________________________________________________________________

Quer mandar o seu palpite também?! Poste nos comentários e agregaremos ao post assim que possível! LET'S GO PENS!

Stadium Series em Chicago - Tudo sobre o evento


Local: Soldier Field, Chicago-IL.
Dia: 1 de Março de 2014 (Sábado).
Horário: Ainda não definido.

O Stadium Series 2014 reúne 4 jogos ao ar livre que valerão pela NHL. O Pittsburgh Penguins foi uma das equipes escolhidas para fazer parte destes jogos e seu adversário será o Chicago Blackhawks.
O atual campeão da NHL jogará em sua cidade, no Soldier Field (estádio de futebol americano do Chicago Bears). O público esperado é de aproxidamente 61.500 pessoas incluindo em sua grande maioria torcedores dos Hawks.

A preparação do local começa 3 dias antes do faceoff inicial. O gramado usado para os jogos da NFL será coberto por uma "lona" e no centro será instalado um ringue de patinação com as dimensões oficiais da NHL.
A proximidade dos fãs com o local onde ocorrerá o confronto é pequena. Embora o público seja entorno do triplo de uma partida normal, a visibilidade do jogo é comprometida devido a distância entre a arquibancada e o ringue.

Essa será a terceira partida ao ar livre do Penguins. A equipe já realizou dois jogos pelo NHL Winter Classic e venceu um deles.
Na primeira ocasião, em 2008, o jogo foi disputado no Ralph Wilson Stadium em Nova Iorque e o adversário foi o Buffalo Sabres. O placar final foi de 2 a 1 para os Pens após uma vitória no shootout.
Na segunda vez que o jogo foi ao ar livre, em 2011, o Penguins foi o mandante da partida e o Heinz Field (estádio do Pittsburgh Steelers) foi o palco de uma partida histórica entre Penguins e Capitals. O time da capital acabou vencendo por 3 a 1.

O Blackhawks também não fará sua estreia em partidas ao ar livre! A cidade de Chicago inclusive sediou o Winter Classic no ano de 2009 e o palco foi o Wrigley Field (estádio de beisebol do Chicago Cubs). Os Hawks perderam o jogo para o Red Wings em uma partida com muitos gols e o placar final de 6 a 4.
Naquela ocasião o número de torcedores foi aproximadamente 41.000 fãs, o que é relativamente dois terços do público esperado para o confronto entre Penguins e Blackhawks na Stadium Series 2014.

ASPECTOS DO CONFRONTO:
• Penguins e Blackhawks já fizeram a final da Stanley Cup! Em 1992 as duas equipes chegaram até a final da liga e os favoritos para conquistar o título eram os Pens. Liderados por Mario Lemieux a equipe de Pittsburgh confirmou as expectativas e varreu os Hawks aplicando um 4-0 histórico na série.
• Ambas as equipes estão em ascensão desde o locaute 2004-05 da liga. Devido a uma série de boas escolhas no draft e um planejamento em larga escala, Pens e Hawks passaram a "dominar" as atenções da NHL e foram responsáveis por 3 títulos nos últimos 5 anos (dois campeonatos do Blackhawks e um do Penguins).
• A partida marcará a final esperada na temporada 2012-2013. O mundo do hóquei sonhava em assistir uma final com Penguins e Blackhawks, mas os Pens acabaram perdendo a chance de realizar a disputa ao serem eliminados para o Boston Bruins. Menos mal para os Hawks que se sagraram campeões...
• As duas equipes tem jovens jogadores que fazem a diferença. Os dois capitães Crosby (Penguins) e Toews (Blackhawks) são os principais nomes da seleção canadense e tiveram grande destaque em suas respectivas franquias. Já Kane (Blackhawks) e Malkin (Penguins) são outros dois jovens habilidosos que fazem muitos gols e já foram eleitos MVPs dos playoffs.

TEMPORADA 2013-2014 - O que teremos de especial


A temporada 2013-14 da NHL promete muitas inovações que deixarão os torcedores ainda mais apaixonados pela maior liga de hóquei no gelo do mundo!
Nesta próxima temporada teremos diversas mudanças, eventos e as mesmas equipes que fizeram parte da temporada 2012-13 da liga.

NOVO FORMATO
Agora a NHL terá uma nova forma de disputa que tende a aumentar as rivalidades e teoricamente diminuir as viagens de cada time. O realinhamento levou em conta as rivalidades e os critérios geográficos.
Além dos antigos Devils, Flyers, Rangers e Islanders, o Penguins também terá como adversários na divisão o Hurricanes, Capitals e Blue Jackets.
Os playoffs também sofreram algumas mudanças e o sistema de repescagem (wild card) foi implantado. Quer saber mais sobre o novo formato? Clique aqui para acessar a postagem explicativa do blog!

STADIUM SERIES
Gary Bettman decidiu inovar e tentar recuperar sua credibilidade com os fãs. Além do tradicional Winter Classic (jogo ao ar livre entre duas equipes "rivais" no primeiro dia do ano), teremos também outros 4 jogos em estádios de futebol americano e beisebol.
O Penguins estará presente em uma dessas partidas e o adversário será o atual campeão Chicago Blackhawks! A partida ocorrerá no dia 1º de março no Soldier Field, em Chicago.
Para saber mais sobre o evento clique aqui para acessar a postagem do blog sobre o evento.

OLYMPIC BREAK
A NHL decidiu acabar com a novela envolvendo a liberação dos jogadores da liga para a disputa das Olimpíadas de Inverno de Socchi 2014. Após alguns anos de farpas trocadas e negociações não muito amistosas, Gary Bettman decidiu aderir à liberação e os jogadores da NHL poderão atuar por suas respectivas seleções.
Durante o mês de fevereiro (época em que os jogos vão acontecer) não teremos jogos da liga! A pausa terá duração de aproximadamente um mês e os jogos retornarão no dia 1 de março com o Stadium Series em Chicago.
Olhando pelo lado positivo, teremos uma competição de alto nível com seleções sensacionais com a canadense, a russa e a americana. Os melhores jogadores do mundo vão estar em Socchi!
Mas, pelo lado negativo houve o cancelamento do All Stars Game devido à pausa que a liga fará no mês de fevereiro.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Resumo da pré-temporada


A eliminação para o Bruins foi dolorosa e naquele momento parecia que a temporada 2013-14 iria demorar uma eternidade para começar. O tempo passou, o blog continuou ativo na medida do possível e hoje finalmente podemos falar que tudo está pronto para a volta!! Faltam poucos dias para que os Pens voltem ao gelo para atuar oficialmente pela NHL!

Mas, antes de toda essa animação, tivemos uma prévia que matou em partes a saudade, a famosa pré-temporada. Após 6 jogos realizados e um retrospecto de 3-2-1 chegou a hora de analisar o que de melhor e de pior aconteceu nessas partidas.

PENGUINS 4 @ 5 BLUE JACKETS (OT): Primeira partida da pré-temporada, time cheio de prospectos e com goalies revezando. A primeira linha não jogou e tudo sobrou nas costas de Malkin que ainda estava fora de ritmo. Bennett deu conta do recado, mas não o suficiente para fazer com que os Pens vencessem... 5 a 4 para o Blue Jackets que venceu a partida no overtime.

PENGUINS 1 VS 4 RED WINGS: A primeira linha que foi um sucesso no Training Camp voltou ao gelo, mas infelizmente não mostrou o resultado esperado. O Red Wings aproveitou-se da fragilidade dos Pens e aplicou 4 a 1 em plena CEC. Crise, sinal vermelho? Calma, é só pré-temporada.

PENGUINS 4 @ 3 BLACKHAWKS (SO): Vitórias, como são boas! O Penguins foi até Chicago e mostrou para os atuais campeões que este ano as coisas serão diferentes. Triunfo conquistado com muita dificuldade e um único gol no SO do garoto Beau Bennett.

PENGUINS 3 VS 5 BLUE JACKETS: Agora vai! Voltaremos a vencer na CEC em meio as crianças que vieram assistir ao jogo! Certo? Errado... O jogo na verdade foi Jokinen vs Blue Jackets. O finlândes anotou um natural hat-trick, mas infelizmente não contou com ajuda de seus companheiros para conquistar a vitória.

PENGUINS 3 VS 2 BLACKHAWKS (SO): Mais um jogo difícil contra o Blackhawks, mas pelo menos deu para observar que a dupla Letang-Scuderi veio para ficar. Por falar em Letang, que tal citar os 2 lindos gols feitos pelo defensor? Sem eles a partida não teria empatado e não teria acontecido o SO em que Crosby e Neal fizeram os gols. Vale ressaltar também que Zatkoff deixou uma grande dúvida na cabeça da torcida, uma grande apresentação do jovem goalie.

PENGUINS 5 @ 1 RED WINGS: Baile, chocolate, goleada... Qual desses nomes vocês preferem. Time quase completo e desempenho quase perfeito. Crosby em uma noite fantástica e Kunitz mostrando-se o mesmo matador da última temporada. Pré-temporada fechada com chave de ouro... Ou melhor, 5 chaves de ouro.

Pós Jogo - Penguins 5 @ 1 Red Wings


Joe Louis Arena. Quais são suas lembranças deste lugar? Maxime Talbot, 2 a 1 sofrido, defesa do Fleury nos últimos segundos, Malkin recebendo o prêmio de MVP e Sid levantando a taça? Certamente este é um dos lugares mais felizes da história da franquia, e pra sempre será lembrada com carinho, mesmo sendo a casa de uma equipe que tradicionalmente não é das mais queridas em Pittsburgh.

Os tempos passaram e a vitória de terça-feira não foi nem perto daquele triunfo no dia dos namorados de 2009. De qualquer maneira, nunca é ruim vencer certo? Muito pelo contrário é ótimo! Devolver na mesma moeda o que aconteceu à poucas semanas atrás quando os Wings venceram por 4 a 1 os Pens na CEC foi simplesmente fantástico, a melhor maneira de terminar uma pré-temporada.

Foram 5 gols fora o show. Crosby em um dia de rei, Kunitz e Dupuis mostrando que valeram cada centavo da renovação contratual, Jokinen deixando bem claro que deve jogar mais do que ano passado e muitos outros destaques que animaram muito o começo da temporada 2013-14.
De negativo fica apenas o gol sofrido, mas também não se pode querer ir até a casa dos outros e fazer uma desfeita desta não é? Já estragamos muita festa por lá em 2009...

PRIMEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Jokinen e Dupuis.
GOLS DO RED WINGS: Nenhum.
SÍNTESE: O primeiro período começou morno, passaram-se 10 minutos e nada de gols. Mas antes tarde do que nunca certo? Visto isso, o grande destaque da pré-temporada abriu o placar para os Pens. Jussi Jokinen fez um belíssimo gol de backhand (muito bem assistido por Niskanen) que iniciou o baile em Detroit.
Alguns minutos depois Dupuis aumentou a vantagem com um gol que ficará marcado por uma assistência de gênio feita por Sidney Crosby. Não tenho nem palavras para descrever o que o capitão fez...
Ao fim dos primeiros 20 minutos o placar era de 2 a 0.

SEGUNDO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Adams.
GOLS DO RED WINGS:
SÍNTESE: O segundo período parecia ser mais equilibrado. O Red Wings tentou algumas chances porém falhou e acabou se abrindo muito atrás, facilitando o trabalho de Malkin que realizou um disparo, desviado por Adams e acabou aumentando o marcador para 3 a 0.
Em mais uma reviravolta, desta vez o Penguins que pressionava e o Red Wings que chegou até as redes. A defesa deu mole, Fleury se posicionou mal e Miller fez o gol de honra dos donos da casa.
Não demorou muito para que Kunitz recolocasse o Penguins em vantagem de 3 gols após fazer uma jogada típica de wingers. Ele roubou o puck do defensor e disparou sem chances para o goalie do Red Wings.
Era um placar de 4 a 1 e restava apenas um período para confirmar mais uma vitória...

TERCEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Kunitz.
GOLS DO RED WINGS: Nenhum.
SÍNTESE: Os Pens voltaram para a última etapa em um ritmo de descaso. Com o placar semi-garantido o desgaste não seria necessário, não acredito que algum jogador quisesse colocar em risco a temporada regular por um jogo de pré-temporada.
Mesmo jogando com o "freio de mão puxado", Kunitz conseguiu fazer mais um gol mostrando muita habilidade com o stick, trazendo de backhand e de forehand (recebeu uma bela assistência de Crosby, não pode-se deixar de citar). Na ocasião os Pens estavam em um 4 on 3 power play e aproveitaram da situação pra colocar um pouquinho a mais de intensidade.
Fora o gol nada de mais importante aconteceu. A sirene tocou e os Pens venceram... Não como em 2009, mas por que não comemorar?

PLACAR FINAL: Penguins 5 @ 1 Red Wings

OBS1: Crosby em mais um dia sensacional. Será que devemos nos acostumar com isso ou este tipo de atuação continuará causando espanto pelo resto de sua carreira? Para falar a verdade, acho que já estou acostumado.
OBS2: Fleury foi bem e só falhou no gol sofrido, não podemos culpa-lo hoje.
OBS3: Jokinen merece mais tempo no gelo. Terceira linha no mínimo!
OBS4: Orpik não jogou o terceiro período com suspeita de uma lesão. Ainda não foi averiguada a gravidade do problema.

TROFÉU DO JOGO: Kunitz. Dois belíssimos gols que me fizeram lembrar a temporada passada!
FOGUEIRA DO JOGO: Despres. Foi um pouco inseguro e parece ter sentido o peso da camisa que vestia. Espero que seja apenas uma impressão desta partida...

Pós Jogo - Penguins 3 vs 2 Blackhawks (SO)


Após uma longa seca de jogos e algumas derrotas em casa, os torcedores que compareceram a CEC conseguiram rever o que mais gostam, os Pens vencendo! Desde uma vitória contra o Senators nos playoffs da temporada passada que tal fato na acontecia, mas nada melhor que reencontrar o caminho da vitória vencendo o temido Blackhawks, certo?!

Vencer os atuais campeões por duas vezes é algo para se orgulhar? Mais ou menos quando se trata de pré-temporada, mas não deixa de mostrar que a base do Penguins está no mesmo nível da base de uma equipe que recentemente conquistou a liga.
É claro que neste ponto despreza-se entrosamento e "momentum", duas coisas essenciais no hóquei. Mas já fica evidente que o falta para o título não são jogadores.

Desta vez jogando em Pittsburgh, o Penguins venceu por 3 a 2 novamente no shootout. Foi o primeiro jogo após a temporada 2012-13 em que Malkin e Crosby estiveram juntos no lineup novamente, não só eles como seus parceiros de linha que tradicionalmente se mesclam para produzir um dos melhores power plays da liga.

Sem mais delongas, vamos ao que aconteceu no jogo!

PRIMEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO BLACKHAWKS: Nenhum.
SÍNTESE: Os primeiros 20 minutos de jogo foram monotônos. As duas equipes pareciam estar se respeitando demais e poucas chances foram criadas, no máximo alguns disparos que não assustavam. O que foi bom de se observar foi a segurança de Zatkoff nos poucos momentos em que foi exigido algo dele.

PRIMEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO BLACKHAWKS: Bickell 2x.
SÍNTESE: O segundo período parecia que ia ser parecido com o primeiro, mas logo no começo um gol mudou por completa a história do jogo. Bickell abriu o placar para o Blackhawks em uma jogada confusa e minutos depois aproveitou-se do PP para fazer seu segundo gol na partida.
O Penguins entretanto não apresentava nada de muito eficaz. Crosby e Malkin pareciam estar em ritmo de férias e as atuações da grande maioria irritava aos torcedores que estavam ansiosamente esperando pela vitória.

PRIMEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS
: Letang 2x.
GOLS DO BLACKHAWKS
: Nenhum.
SÍNTESE:
Algo deve ter acontecido no vestiário, e este algo deve ter sido uma grande bronca de Dan Bylsma. É com essa frase que inicio a síntese deste período, pois ela é a única explicação plausível que consigo encontrar em minha cabeça.
A equipe que voltou para o terceiro período parecia outra. Crosby se transformou no que está acostumado a ser, o melhor jogador do mundo. Malkin ainda demonstrava alguma falta de tempo, mas a raça e disposição pareciam compensar. Zatkoff brilhava no gol e fazia com que muitos ficassem com uma grande dúvida na cabeça (por que é que nunca demos mais chances para este garoto?).
Além de todos estes jogadores um nome em especial fez o que mais se esperava dele. Kris Letang estava com tudo que precisava, um parceiro de defesa seguro e que conseguisse dar cobertura para suas eventuais disparadas ofensivas e um time que estava inteiro precisando do empate. A combinação enfim deu resultado e o "zagueiro artilheiro" fez rapidamente dois gols para empatar a partida.
Não tem muito mais o que falar sobre este período, lembrando que esta é apenas uma síntese... Ao fim dos 60 minutos o jogo estava empatado, para sorte do time de Chicago não tinham mais alguns minutos no relógio.

OVERTIME.
GOLS DO PENGUINS
: Nenhum.
GOLS DO BLACKHAWKS
: Nenhum.
SÍNTESE:
Os Hawks se reorganizaram e os Pens pareciam estar exaustos do que apresentaram ao longo do terceiro período. Zatkoff continuou unânime no gol e o placar ficou intacto, 2 a 2.

SHOOTOUT.
GOLS DO PENGUINS
: Neal e Crosby.
GOLS DO BLACKHAWKS
: Nenhum.
SÍNTESE:
Neal e Crosby fizeram os gols do Penguins e contaram com os erros advesários para selarem a vitória por 3 a 2.

PLACAR FINAL: Penguins 3 vs 2 Blackhawks

OBS1: Zatkoff foi muito bem na partida. Não dá para culpa-lo dos gols sofridos (mesmo que alguns tentem). O "garoto" certamente tem futuro e é uma pena que ele tenha que voltar para o WBS Penguins após a volta de Vokoun aos lineups.
OBS2: Ficou mais do que provado que Scuderi e Letang são feitos "um para o outro", ou ao menos é isto que melhor funciona e deverá perdurar ao longo da temporada. Enquanto Tanger é um grande defensor ofensivo, Scuds dá a cobertura necessária para que o parceiro apareça para o jogo. Combinação perfeita!!
OBS3: Crosby certamente mostrou do que é capaz para esta temporada, e isto que o capitão ainda nem está no 100% de sua forma física.
OBS4: D'Agostini deixou o jogo lesionado. Uma pequena fratura na região do quadril que não lhe custará grande período fora dos gelos.

TROFÉU DO JOGO: Letang! Fez o que todos estávamos esperando e apreciamos durante os treinamentos. É neste estilo que gostamos de vê-lo jogar. Pra cima deles Tanger e da-lhe bomba da blue line!!
FOGUEIRA DO JOGO: Kunitz. Pouco apareceu e não foi o matador que costuma ser. Perdeu uma chance clara de gol que certamente faria falta em uma partida de maior ênfase. 

domingo, 22 de setembro de 2013

Penguins é eleito time de melhor relação com a torcida na NHL

A ESPN The Magazine realizou uma pesquisa com as principais equipes das quatro ligas populares nos Estados Unidos (MLB, NFL, NBA e NHL). Esta pesquisa visa descobrir quais franquias tem maior ligação com seus torcedores em diversos quesitos que propiciam a criação de um espetáculo inigualável no ambiente de jogo.

O Pittsburgh Penguins foi eleito o melhor time da NHL e terminou na sétima colocação geral dentre todas as quatro grandes ligas (somando 122 times). O primeiro colocado foi o Memphis Grizzlies, da NBA, seguido por San Antonio Spurs, que também faz parte da liga de basquete americana.

Os critérios avaliados eram: relações com os torcedores, acessibilidade até a arena/estádio, "bang for the buck", experiência no estádio/arena, jogadores, donos da franquia/propriedade, chances de título e treinadores.
Estas análises permitiram os jurados da ESPN The Magazine analisarem quais franquias se dão melhor com seus fãs.

Parabéns à franquia da qual somos torcedores por propiciar o melhor relacionamento da NHL para com os seus fãs! LET'S GO PENS!

Nove jogadores deixam a pré-temporada e vão para o WBS Penguins


Uma lista com os nomes de oito jogadores foi divulgada como os novos reforços do WBS Penguins (AHL). Estes jogadores não participaram mais da pré-temporada do Penguins e esperarão o ínicio da AHL para que seus trabalhos comecem.

Os presentes na lista são: Drazenovic, Leblond, MacIntyre, Megna, Payerl, Harrington, Samuelsson, Mikkelson e Hartzell. Todos irão atuar este ano pela franquia afiliada e terão a chance de conquistar sua vaga na equipe principal somente no ano que vem.

A lista atualizada dos presentes no atual roster da pré-temporada dos Pens pode ser vista clicando aqui.

Vokoun se machuca e ficará fora por período indeterminado


Tomas Vokoun não terá um bom início de temporada. Atual cotado para assumir a vaga de titular da equipe, o goalie teve que passar por um procedimento cirúrgico de remoção de um coágulo de sangue de sua pélvis e ficará afastado por período indeterminado.

Juntamente ao resto da equipe, Vokoun treinava normalmente no sábado de manhã quando percebeu um inchaço em sua coxa. O goalie rapidamente foi levado para o departamento médico que analisou o caso e decretou que era necessário uma intervenção maior... Logo ele foi encaminhado até um hospital onde foi determinada a gravidade da lesão.

Por sorte o coágulo foi descoberto rapidamente, o que impediu que algo de maior gravidade acontecesse. Vokoun estará fora do gelo por um período indeterminado e provavelmente ficará de fora dos primeiros jogos da temporada. Ray Shero disse que não há pressa na recuperação e que só contará com o goalie novamente quando ele estiver 100% recuperado.

Vale ressaltar que na temporada 2005-2006 Vokoun ficou afastado de alguns jogos do Nashville Predators por conta do mesmo problema. A reincidência no caso aparenta não ter nenhuma ligação ao primeiro quadro apresentado a 7 anos atrás.
A idade do goalie (37 anos) talvez tenha sido um dos fatores contribuintes para o desgaste físico que acarretou no problema.

Enquanto Vokoun permanecer fora dos lineups, Fleury e Zatkoff iram revesar, sendo Fluery o starter e Zatkoff o backup.

Boa sorte para Vokoun em sua recuperação. Esperamos que o goalie volte ao gelo o quanto antes!

Pré Jogo - Penguins vs Blackhawks


Classificação: Não tem.
Jogo: Pré-temporada - Jogo 5.
Horário: 20:00 de Brasília.
Dia: 23 de Setembro.
Local: Consol Energy Center - Pittsburgh, PA.
Link para assistir: http://firstrownow.eu/sport/ice-hockey.html (links de pré-temporada costumam ser ruins e não funcionar corretamente).

Perder nunca é bom, mas não há melhor remédio para curar uma ressaca pós derrota do que uma vitória. É com esse pensamento que Bylsma e os jogadores estão para vencerem pela segunda vez o Blackhawks, porém desta vez jogando em Pittsburgh ao lado da torcida que anseia por uma vitória.

Está partida será importante pois pela primeira vez será possível ver o desempenho das duas principais linhas do Penguins atuando lado a lado. Possivelmente o PP e o PK estarão muito mais fortes e o time com mais entrosamento.
É uma boa oportunidade para observar como os jovens Pouliot, Maatta e Bennett se desempenharam ao atuarem lado a lado com os grandes jogadores da franquia.

Mesmo sendo um jogo de pré-temporada o treinador resolveu dar uma pausa no rodízio e colocar algumas das peças mais importantes do time no lineup. Crosby, Malkin, Kunitz, Letang, Neal, Bennett, Scuderi e Dupuis estão relacionados, sem falar no goalie Marc-André Fleury que substituirá Vokoun em decorrência de uma lesão.
Com boas peças disponíveis Dan deverá montar a equipe da seguinte maneira:

KUNITZ - CROSBY- DUPUIS
BENNETT - MALKIN - NEAL
D'AGOSTINI - VITALE - KOBASEW
GLASS - JEFFREY -ZOLNIERCZYK

LETANG - SCUDERI
NISKANEN - DESPRES
BORTUZZO - POULIOT
MAATTA

FLEURY
ZATKOFF

Meu palpite é: Penguins 6 vs 2 Blackhawks.

Pós Jogo - Penguins 3 vs 5 Blue Jackets


Em seu quarto jogo da pré temporada, o Penguins recebeu uma visita inusitada na CEC. Várias crianças foram até a arena e participaram de uma iniciativa que consistia na doação dos ingressos para que elas pudessem assistir de perto seus ídolos no hóquei.

Embora todos tenham a certeza de que a garotada se divertiu muito, o placar não foi dos melhores e certamente fez com que alguns dos presentes ficassem chateados. O Penguins foi derrotado pelo Blue Jackets por 5 a 3 após uma partida estranha.

Estranha pelo fato da derrota ter acontecido? Não. Estranho pelo fato de como ela aconteceu. Os Pens estavam em um ritmo extremamente reduzido, até mais do que o necessário.
Com exceção de Jokinen que estava em um de seus melhores dias, o resto da equipe demonstrou claramente que a pré-temporada não anima. A torcida é para que o time ao menos consiga mudar estes resultados adversos quando a temporada 2013-14 iniciar.

1º PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO BLUE JACKETS: Dubinsky e Jenner.
SÍNTESE: O ritmo da partida em seu primeiro período foi muito baixo. O Blue Jackets não assustou com grandes oportunidades e os Pens também não,mas finalizava muito mais do que os adversários. Na única oportunidade clara de gol a equipe visitante abriu o placar com Dubinsky e posteriormente contou com a sorte após um belíssimo disparo feito por Jack Johnson e desviado por Jenner.

2º PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
 Jokinen 3x.
GOLS DO BLUE JACKETS: Atiknson.
SÍNTESE: O segundo período começou da pior maneira possível, após desperdiçar uma chance clara em PP, o Penguins tomou o terceiro gol e o jogo parecia perdido para todos... Ou melhor, quase todos.
Ao menos para Jussi Jokinen ainda havia uma possibilidade de empatar o jogo, e assim o finlandês fez. Marcou um hat-trick natural para delírio dos torcedores mirins, deixou os jogadores dos Jackets sem entender nada do que estava acontecendo e reascendeu a partida... Só faltava que seus parceiros de equipe também entrassem no mesmo clima.
Após 40 minutos de jogo os Pens haviam tomado três gols seguidos e feito 3 gols seguidos também. A partida estava em aberta e o momento era claramente a favor do Penguins.

3º PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
GOLS DO BLUE JACKETS:
Jenner e MacKenzie.
SÍNTESE: Embora parecesse que o terceiro período seria emocionante e com uma postura diferente por parte dos Pens, a velha monotonia novamente tomou conta e não demorou muito para que Jenner fizesse seu segundo gol da partida.
A partir deste momento o jogo se resumiu em ataque contra defesa e uma disciplina impecável do sistema defensivo do Blue Jackets. Ao fim os visitantes ainda conseguiram mais um gol, marcado em um empty ney.

PLACAR FINAL: Penguins 3 vs 5 Blue Jackets

OBS1: O PP foi pífio nesta partida, a falta que Crosby e Kunitz fazem para o esquema é cada vez mais evidente.
OBS2: Letang e Scuderi fizeram pela primeira vez o tão esperado par defensivo que para muitos será o melhor da liga. O que foi visto foi bem diferente, Letang não atuou bem e Scuderi foi razoável em sua função.
TROFÉU DO JOGO: Jokinen. Três gols seguidos, um famoso natural hat-trick. Precisa falar mais algo?
FOGUEIRA DO JOGO: Neal. Foi um pouco sonolento em suas jogadas e não se apresentou bem no PP.

Pós Jogo - Penguins 4 @ 3 Blackhawks (SO)


Após 2 derrotas seguidas na pré-temporada, o Penguins recuperou o caminho das vitórias e desbancou o Blackhawks em Chicago. Mesmo sendo um jogo teoricamente sem validade, a partida foi muito disputada e emocionante, o que nos faz pensar que o Stadium Series será melhor ainda!

Bylsma surpreendeu e mudou as ordens do rodízio. Teoricamente Malkin jogaria, mas Dan preferiu fazer algumas alterações e Crosby foi para o jogo. Junto ao capitão, outros jogadores que haviam atuado contra o Red Wings também estavam presentes no lineup (Kunitz, Sutter e Vokoun).

A grande surpresa ficou por conta da formação da primeira linha. Crosby e Kunitz tiveram como parceiro o right winger Chuck Cobasew. Bennett foi ao jogo ao lado de Sutter e D'Agostini, formando a segunda linha.
No gol a atuação de Vokoun foi muito boa e abriu novamente as questões sobre quem deverá ser o starter goalie da temporada.

1º PERÍODO:
GOLS DO PENGUINS:
Pouliot e Vitale.
GOLS DO BLACKHAWKS: Sharp.
SÍNTESE: O Blackhawks começou abrindo rapidamente o placar, mas Poliout demonstrou que é um defensor com muita qualidade ofensiva e empatou pouco tempo depois.
A partida estava equilibrada até que Vitale virou o placar para os Pens, deste momento em diante a dominância foi quase por completa do Penguins e os donos da casa pareciam estar somente assistindo a partida.
Dava facilmente para terem sidos feitos outros gols que trariam mais tranquilidade, mas em algumas oportunidades faltou competência e velocidade para que as jogadas fossem concluídas com êxito.


2º PERÍODO:
GOLS DO PENGUINS:
Crosby.
GOLS DO BLACKHAWKS: Smith.
SÍNTESE: No segundo período o jogo voltou ao equilíbrio. Crosby fez um belo gol e aumentou a vantagem do Penguins para 3 a 1. O capitão era disparado um dos melhores no gelo e estava tendo uma excelente atuação, o gol portanto foi mais do que merecido.
Alguns minutos após o gol de Sid, o Blackhawks reagiu e diminuiu o placar com um gol marcado por Smith. A chance do empate ocorreu com Patrick Kane, mas o MVP dos playoffs da última temporada acabou perdendo a oportunidade e assistiu de camarote uma linda defesa de Vokoun.
Ao fim de 40 minutos de jogo, o placar era de 3 a 2 para os Pens.

3º PERÍODO:
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO BLACKHAWKS: Bollig.
SÍNTESE: No último período regulamentar do jogo as ações continuavam tendendo ao equilíbrio, mas os Hawks passaram a atacar com mais enfâse e esboçavam uma certa reação. Em contrapartida a defesa do Penguins estava muito bem e dificilmente cedia espaços para os adversários.
Foram necessários mais do que 10 minutos para que os donos da casa empatassem a partida com um gol de Bollig e começassem a buscar desesperadamente para vitória. Felizmente o tempo era curto e os 60 minutos regulamentares terminaram empatados.

OVERTIME:
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO BLACKHAWKS: Nenhum.
SÍNTESE: Nada de muito impressionante aconteceu. Poucas chances e um jogo muito travado, principalmente na zona neutra. Foi de longe o momento de menos qualidade de toda a partida... Cinco minutos que pareceram apenas 1.

SHOOTOUT
GOLS DO PENGUINS: Bennett.
GOLS DO BLACKHAWKS: Nenhum.
SÍNTESE: Beau Bennett foi o único a acertar o gol no SO e conquistou a vitória para o Penguins!

PLACAR FINAL: Penguins 4 @ 3 Blackhawks (SO).

TROFÉU DO JOGO: Poliout. O defensor teve muita personalidade e atuou muito bem, tanto ofensivamente quanto defensivamente foi um dos melhores jogadores de uma equipe que contava com vários experientes. O novato sem dúvidas mostrou que está se preparando adequadamente para a NHL.
FOGUEIRA DO JOGO: Sutter. Fez um jogo relativamente ruim e não se apresentou para a partida como deveria ter feito.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Pré Jogo - Penguins @ Blackhawks


Classificação: Não tem.
Jogo: Pré-Temporada - Jogo 3.
Horário: 21:00 de Brasília.
Dia: 19 de Setembro (Quinta-feira).
Local: United Center - Chicago, IL.
Link para assistir: http://firstrownow.eu/sport/ice-hockey.html (links de pré-temporada costumam ser ruins e não funcionam corretamente na grande maioria dos vezes).

Duas derrotas seguidas alguns cortes no elenco e definição do futuro de 11 jogadores. Todos estes fatos aconteceram até o momento desde o início da pré-temporada dos Pens que começou a menos de uma semana.
Aos pessimistas que vem nisso uma crise, podem tratar de mudar a opinião. Não há nada mais comum no hóquei do que isso! Estamos em um período de readaptação e as cobranças são muito pequenas... O que realmente interessa só começará no dia 3 de Outubro.

Mas, mesmo sendo uma época onde as derrotas são aceitáveis e até vistas com bons olhos em algumas ocasiões, perder nunca é melhor do que ganhar, certo? É com esse pensamento que a grande parte dos jogadores está. Todos estão buscando uma vitória para provarem que estão no caminho certo neste processo de entrosamento.

Nada melhor do que conquista-la contra uma equipe muito entrosada e que tem um grande nível, o atual campeão da liga, Chicago Blackhawks.
Assim como o Penguins, os Hawks também estão promovendo um rodízio para que suas principais estrelas não sejam submetidas a um desgaste desnecessário. O jogo perde um pouco de sua intensidade por este fato, mas nada que já não fosse acontecer naturalmente.

Bylsma provavelmente deverá poupar os principais defensores e os integrantes da 1ª e 3ª linha ofensiva. O resto deverá estar presente com a mesma equipe (somente pequenas alterações) que enfrentou o Columbus Blue Jackets.
Atenção em Beau Bennett que ao que tudo indica será um dos destaques da partida novamente. Neal e Malkin também merecem destaque entre os possíveis MVPs do jogo.
Se Dan continuar seguindo seu panorama de rodízio, a base do time será esta:

BENNETT - MALKIN - NEAL
LEBLOND - JEFFREY - KOBASEW
GLASS - VITALE - KUHNHACKL
  EBBETT - SILL - PAYERL 

NISKANEN - SCUDERI
HARRINGTON - DUMOULIN
POULIOT - SAMUELSSON
MIKKELSON

FLEURY
ZATKOFF

Meu palpite é: Penguins 3 @ 0 Blackhawks

Penguins promove mudanças no roster e define futuro de alguns jogadores


Após o 2 primeiros jogos da pré-temporada e o Training Camp, a diretoria dos Pens começou a intensificar o planejamento da temporada 2013-14.
Visando o que foi observado pelo técnico Dan Bylsma e pelos seus auxiliares, alguns jogadores já tem seus futuros definidos e não atuarão pelo Penguins nesta temporada.

Uma das boas surpresas foi o anunciamento de que Sebastian Dea foi contratado. O jovem prospecto estava como tryout e aproveitou muito bem as chances que teve, ganhando um entry-level contract.
Ele se junta à Matt Murray, Tristan Jarry e Matia Marcantuoni como jogadores que assinaram com a equipe e foram mandados de volta para suas equipes amadoras. Os prospectos não serão mais selecionados para participarem dos jogos da pré-temporada e só voltarão para Pittsburgh nesta temporada caso sejam requisitados.

Paul Thompson, Tom Kostopoulos, Brian Gibbons, Dominik Uher, Clark Seymour, Reid McNeill e Nick D'Agostino assinaram com o WBS Penguins (AHL). Estes jogadores terão a chance de atuar em uma liga tradicionalmente conhecida como preparatória para futuros jogadores da NHL.

Com as mudanças promovidas o roster da pré-temporada que continua realizando treinos e jogos preparatórios ficou com apenas 44 jogadores. Para acessar o elenco atualizado basta clicar aqui!

Pós Jogo - Penguins 1 vs 4 Red Wings


Após meses esperando para enfim poder comemorar novamente na Consol Energy Center, os torcedores terão que esperar mais um pouco. O time misto do Penguins que foi ao gelo não correspondeu as expectativas criadas e perdeu para o Red Wings.

Justiça seja feita, a equipe de Detroit não foi melhor na partida, mas foi mais eficiente. Nas chances criadas sempre trouxeram perigo e assim que abriram uma grande vantagem apenas administraram o placar.
Mesmo contando com bons jogadores ofensivamente, os Pens não tiveram a mesma eficiência e esse foi um dos grandes motivos pelo qual o resultado final foi de e 4 a 1 para o Red Wings.

Embora este seja apenas um jogo de pré-temporada, e como já disse antes qualquer resultado é lucro para observação dos jogadores e entrosamento da equipe, algumas falhas apresentadas poderiam facilmente ser evitadas e algumas linhas poderiam ter rendido melhor, sobretudo a primeira ofensiva que se destacou muitos nos treinos e pouco fez na partida.

O público estimado era de 17.000 pessoas, mas o que foi divulgado é que apenas 11.000 torcedores compareceram até a CEC. Muito disto se deve ao fato das três franquias da cidade estarem atuando no mesmo horário.
O Steelers era uma das atrações do Monday Night Football (programa regular com maior audiência de Pittsburgh) e os Pirates estava jogando contra o San Diego Padres na reta final da MLB.

PRIMEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS: Nenhum.
GOLS DO RED WINGS: Tatar.
SÍNTESE: A partida em sua primeira etapa foi relativamente equilibrada. O Penguins criou algumas boas chances, mas pecou muito nas finalizações que levaram pouco perigo ao gol defendido por Howard. O Red Wings por sua vez não criou tanto, mas levou perigo em quase todos os ataques efetuados.
Na metade do período a franquia de Detroit inaugurou o marcador com um gol de Tatar. O jogador fez um bonito gol sem chances de defesa para Vokoun.
Após o gol os Pens tentaram o empate, mas não conseguiram e foram para o vestiário perdendo a partida por 1 a 0.

SEGUNDO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS: Sutter.
GOLS DO RED WINGS: Almquist 2x e Datsyuk.
SÍNTESE: O segundo período começou muito bem para os Pens. Com menos de um minuto Sutter empatou o jogo e parecia ter reencaminhado o Penguins para o rumo da vitória.
O grande problema só se deu quando uma série de penalidades acabaram por fragilizar a equipe, e o PK não foi capaz de conter o forte PP dos Wings. Em duas oportunidades com um jogador a mais o time de Detroit fez dois gols e deixou o placar em 3 a 1 (ambos os gols foram marcados pelo defensor Almquist).
Para deixar mais difícil ainda a virada, Datsyuk aproveitou o rebote de um disparo feito por ele mesmo e aumentou a vantagem.
Do quarto gol em diante o jogo ficou morno e com poucas oportunidades tanto para os Pens quanto para os Wings.

TERCEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO RED WINGS: Nenhum.
SÍNTESE: Vokoun deixou o gol o foi para o banco. O prospecto Eric Hartzell entrou em seu lugar e redmiu suas más atuações no training camp terminando seus 20 minutos sem tomar nenhum gol.
Mesmo com o esforço de Hartzell para evitar a derrota, o ataque ainda estava com problemas na finalização e não conseguiu fazer os 3 gols necessários para forçar o overtime. A primeira linha parecia ainda estar em ritmo de férias e levou pouco perigo enquanto esteve no gelo.
Ao fim da partida os Pens contabilizaram mais tempo com o puck e mais número de disparos ao gol, porém terminaram atrás do placar.

PLACAR FINAL: Penguins 1 vs 4 Red Wings

OBS1: Pela segunda vez seguida o PK não funcionou muito bem. De certo houve um maior número de penalidades nesta partida, mas os dois gols tomados com desvantagem numérica provam que o setor precisa de melhoras.
OBS2: A primeira linha ofensiva foi decepcionante. Após realizar um excelente Training Camp o resultado em prática foi pífio.
OBS3: Letang não teve a mesma desenvoltura que apresentou no Training Camp e ofereceu pouco risco aos Wings com seu poder ofensivo. Muito disto se deve ao fato de estar pareando com um defensor que também tem características propícias para o jogo avançado (Despres). Bylsma irá testa-lo com Scuderi e observar o rendimento, que provavelmente melhorará.
OBS4: Hartzell fez um bom período e aos poucos está apagando o péssimo Training Camp realizado.
OBS5: D'Agostini (titular da terceira linha ofensiva) não foi ao jogo e foi substituído por Conner. A esposa do jogador estava em trabalho de parto.

TROFÉU DO JOGO: Sutter. Fez o único gol da equipe e ainda por cima foi um dos poucos que se apresentou para o jogo com frequência.
FOGUEIRA DO JOGO: Crosby. Quando uma linha inteira vai mal, os grandes culpados são todos, mas sobretudo o center que teoricamente funciona como cérebro ofensivo do trio. Desta vez o capitão não exerceu bem a função que costuma executar com perfeição.

domingo, 15 de setembro de 2013

Mudanças no blog para a temporada 2013-14

Esta postagem é sobre o blog Pittsburgh Penguins Brasil. Por meio desse comunicado venho informar algumas mudanças que o blog sofrerá para a temporada 2013-2014.
Aos que não se interessarem pelo assunto, nos vemos na próxima postagem que será o pós-jogo da partida entre Penguins e Red Wings.

____________________________________________________________________________

Durante a offseason observei algumas postagens da temporada passada e fiz uma breve avaliação de como o blog atuou naquele período. Cheguei a boas conclusões e percebi que o trabalho feito foi muito bom e provavelmente agradou aos leitores e torcedores brasileiros do Penguins.

O blog foi feito para que as informações sobre o Penguins fossem divulgadas da melhor maneira possível e creio que a equipe está conseguindo cumprir com seu papel. Embora tenha sofrido algumas críticas em alguns textos, em grande parte do que escrevi os elogios serviram como termômetro de meu trabalho.

Mesmo sabendo que o atual modelo está bom, sei que algumas coisas podem melhorar e farei alguns testes durante a pré-temporada de um modelo que possivelmente colocarei em prática durante a temporada 2013-14.
Caso os leitores sejam contrários ao novo formato, favor deixem comentários para que eu saiba qual é a melhor maneira de traze-los informações sejam elas sobre contratações, jogos, lesões, e até mesmo especiais sobre a história da franquia.

A primeira mudança que farei é em relação aos prés e pós-jogos, tornarei ambos mais dinâmicos e de mais fácil leitura. Muitos torcedores reclamavam que não conseguiam saber o dia, o horário e o local das partidas por meio dos pré-jogos. Outros também afirmavam que não conheciam sites de streams para assistirem as partidas. Visando isto, colocarei em todos os pré-jogos todas as informações sobre a partida antes mesmo de começar o texto.
Quanto aos pós jogos, dividirei o que aconteceu durante a partida em três períodos onde citarei os gols e uma breve síntese dos fatos mais importantes. Não farei mais o tradicional texto de narração da partida, visando assim facilitar a leitura e compreensão do que aconteceu no jogo.
Fora essas breves alterações, o resto continuará igual (troféu e fogueira, observações, linhas, etc).

Quanto aos especiais, darei uma pausa nos posts fora de contexto durante a temporada. Deixarei tudo que diz respeito à história da equipe e curiosidades para a offseason, fazendo assim com que o blog mantenha-se organizado e situado no que realmente está acontecendo.

A cada mês será disponibilizado um "guia" que fará uma panorama geral da liga e da situação do Penguins. Este formato passará a ser válido após o início da temporada regular e visa uma maior compreensão de todo o cenário do hóquei da NHL, fazendo com que o torcedor consiga situar os Pens e compreender o que está acontecendo.

Espero que o novo modelo traga bons momentos e bons textos assim como velho proporcionou na última temporada. Nossa equipe estará atenta as comentários contrários e a favores das mudanças.

Grato, P.A Coimbra.

Pré Jogo - Penguins vs Red Wings


Classificação: Não tem.
Jogo: Pré-temporada - Jogo 2.
Dia: 16 de Setembro (Segunda-feira).
Horário: 20:00 de Brasília
Local: Consol Energy Center - Pittsburgh, PA.
Link para assistir: http://firstrownow.eu/sport/ice-hockey.html (streams de pré-temporada costumam ser ruins e travar muito).

Após uma derrota para o Blue Jackets, o Penguins volta até Pittsburgh para enfrentar o Red Wings e continuar no processo de entrosamento da equipe e observação de jogadores. O jogo não tem validade nenhuma, porém o esboço de rivalidade entre as duas equipes faz com que o confronto fique interessante.

A torcida comprou boa parte dos ingressos e a promessa é de casa cheia. É o primeiro encontro dos Pens com os torcedores em uma partida desde a derrota sofrida para o Bruins por 6 a 1.
Embora a eliminação ainda tenha alguns reflexos no cotidiano da equipe, boa parte dos torcedores parece já ter esquecido tal fato e o otimismo quanto à próxima temporada é muito grande.

O revezamento de Bylsma continuará, portanto Crosby, Letang, Kunitz, Dupuis e Vokoun estarão presentes no lineup da partida. As grandes surpresas ficam por conta dos prospectos, tais quais Hartzell, Maatta e Megna.
As linhas já foram pré-criadas e a equipe deverá jogar da seguinte maneira:

KUNITZ - CROSBY - DUPUIS
JOKINEN - SUTTER - D'AGOSTINI
CONNER - ADAMS - ZOLNIERCZYK
DRAZENOVIC - GIBBONS - MEGNA
ORPIK - MARTIN
LETANG - DESPRES
MAATTA - ENGELLAND

VOKOUN
HARTZELL

Meu palpite é: Penguins 5 @ 3 Red Wings.

Pós Jogo - Penguins 4 @ 5 Blue Jackets (OT)


O Penguins foi até Columbus para enfrentar o Blue Jackets e acabou sendo derrotado por 5 a 4 no overtime. De fato não é bom iniciar uma preparação para a temporada com uma derrota, mas este insucesso não interfere em nada nos planos da equipe que continuará no processo de entrosamento e observação de jogadores.

O objetivo é claro e explicito, ganhar durante a temporada. Qualquer resultado que venha antes do volta oficial da NHL é bônus, seja ele derrota ou vitória.
É claro que ninguém gosta de perder, mas é melhor que as derrotas venham agora do que quando realmente estiver valendo...

A partida de hoje serviu claramente para demonstrar que alguns jogadores tem tudo para continuar evoluindo, como Beau Bennett e James Neal que realizaram uma excelente partida. Outros jogadores demonstram ainda não estarem preparados para atuar na NHL, entre esses podemos citar Harrington e Samuelsson que pareciam nervosos e não fizeram um bom jogo.

PRIMEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
2 (Neal e Kobasew).
GOLS DO ADVERSÁRIO: 2 (Anisimov e Wisniewski).
SÍNTESE: O Penguins fez uma boa primeira etapa de jogo e chegou a liderar o placar por duas vezes. James Neal anotou um gol com poucos minutos de jogo após uma linda jogada de Bennett e posteriormente Kobasew desempatou a partida ao fazer um belo gol.
O Blue Jackets empatou o jogo nas duas vezes em que o Penguins liderou o placar. Em grande maioria os gols dos adversários foram provenientes de power plays e falhas generalizadas típicas de um time desentrosado,  nada que assuste muito se tratando de pré-temporada.

SEGUNDO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO ADVERSÁRIO: Nenhum.
SÍNTESE: Período bem morno e com poucas chances para ambos os lados. Malkin e Bennett lideraram o Penguins em criação de jogadas e Neal era sempre o responsável pelas finalizações, que na maioria foram para fora do gol.
As poucas vezes que o Blue Jackets assustou não trouxeram grande perigo e contribuiram para a manutenção do placar em 2 a 2.

TERCEIRO PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
2 (Jeffrey e Kobasew).
GOLS DO ADVERSÁRIO: 2 (Letestu e Atkinson).
SÍNTESE: Este foi de longe o período mais emocionante, inclusive tendo duas brigas! Bylsma surpreendeu ao tirar Fleury e colocar Zatkoff como goalie. A alteração pareceu dar resultado e os Pens reassumiram a liderança no placar com um gol de Jeffrey, mas foram surpreendidos com dois gols rápidos que deram ao Jackets a vantagem.
Quando o jogo se encaminhava para o final, Kobasew fez seu segundo gol da noite e empatou a partida, fazendo com que fosse necessário o overtime para a decisão do jogo.

OVERTIME.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO ADVERSÁRIO: 1 (Murray).
SÍNTESE: O overtime estava tranquilo e sem grandes chances para ambos os lados, mas quando restavam apenas 21 segundos para o fim da prorrogação, o novato Murray desempatou o jogo e deu a vitória aos donos da casa.

PLACAR FINAL: Penguins 4 @ 5 Blue Jackets (OT).

OBS1: Farnham saiu do jogo machucado e não voltou para o terceiro período. O que aparenta é ser uma lesão na perna de gravidade média, o que poderá custa-lo algumas semanas parado.
OBS2: Chuck Kobasew aproveitou muito bem sua chance como tryout e fez dois gols na partida. Provavelmente receberá um contrato.
OBS3: Bylsma terá que rever o PK, neste jogo foi muito falho e deu chances de graça aos adversários.

TROFÉU DO JOGO: Bennett! Uma fantástica apresentação que nem parecia ser de um jogador novato. Foi o melhor no gelo, mesmo não tendo feito nenhum gol.
FOGUEIRA DO JOGO: Fleury. Tomou dois gols em power plays que poderiam ter sido evitados. Mau começo de ano para o goalie que vive uma má fase...

Training Camp - Considerações e observações finais


O Training Camp acabou e junto ao seu término surgem alguns questionamentos típicos deste período e algumas considerações sobre o que aconteceu nos treinos.
A postagem a seguir é uma síntese entre as perguntas frequentes e o que foi observado.

Lembrando sempre que todas estas perguntas só poderão ser respondidas ao início da temporada regular, quando as equipes começaram a jogar com seriedade e buscando somar o maior número de pontos possíveis. Mas, de fato existem alguns questionamentos em que se pode dar uma prévia do que provavelmente irá acontecer...

QUESTÕES FREQUENTES:
Quem chegou se adaptou bem? Alguns dos nomes que chegaram não tem tanto impacto e em grande maioria atuaram na AHL. A grande contratação da offseason não tem motivos para não se adaptar, é cria da casa e passou apenas alguns anos fora. Em resumo, Scuderi está bem adaptado e os outros jogadores ainda estão se adaptando, mas nada que atrapalhe a equipe.

Quem saiu está fazendo falta? Ainda é cedo para responder, mas a princípio houve uma perda de experiência ao mesmo tempo que houve uma melhoria na dinâmica e velocidade da equipe. Iginla, Murray e Morrow eram jogadores incríveis, mas que já não estavam mais em seus auges... Quem sabe dar uma chance aos jovens pode fazer melhor aos Pens?

As linhas ainda estão entrosadas? A primeira linha ofensiva continua a mesma de sempre e está extremamente bem entrosada (durante o Training Camp foi possível ver claramente isto). A segunda linha ainda necessita de alguns pequenos ajustes após a saída de Iginla e volta de Bennett. Já a terceira linha está completamente modificada, mas já está esboçando bons resultados... A quarta linha e as duplas defensivas estão em um bom nível e não preocupam.

O time está preparado? Desde 2008 a equipe do Penguins sempre está preparada e entra como uma das favoritas ao título. A pergunta será respondida ao longo da temporada, mas tudo indica que este ano será muito bom...

Qual a chance de vencermos a Stanley Cup este ano? Todos os anos a chance a grande, mas vencer a Stanley Cup depende de uma série de fatores que se prolongam por toda a temporada regular e playoffs. Não se pode falar em possíveis campeões somente após um período de treinos.

Estamos no mesmo nível que Blackhawks, Red Wings, Rangers, Flyers, Bruins Canucks e outras equipes de forte elenco? Sim. Os Pens atualmente não são inferiores à nenhuma equipe da liga.... No máximo existem outros elencos que se equivalem ao nosso e na grande maioria dos casos são inferiores. Além deste fator, o Penguins tem um time que está muito bem entrosado e com um bom ambiente o que pode ser diferencial...

CONSIDERAÇÕES SOBRE O TRAINING CAMP:
1ª linha ofensiva:
Crosby, Kunitz e Dupuis estão "pegando fogo". Sensacional apresentação da primeira linha ofensiva que promete continuar com os recordes estabelecidos na temporada passada.

Scuderi: O defensor mostrou-se bem e a grande dúvida é quanto sua dupla defensiva. Muitos querem Letang, mas Bylsma parece ter escolhido Niskanen...

Pouliot e Kuhnhackl: Este dois prospectos foram de longe os que mais se destacaram. Tiveram aproveitamentos muito acima da média nos treinamentos e ainda por cima atuaram muito bem nos jogos de Scrimmage.

Eric Hartzell e Tristan Jarry: Dois goalies prospectos que eram vistos como o futuro da franquia acabaram desapontando. Hartzell teve atuações bem abaixo da média e Jarry demonstrou falhas em alguns fundamentos. Pressão ou excesso de confiança?

Beau Bennett: O jovem jogador demonstrou muita personalidade e cativou de vez a vaga na segunda linha ofensiva do Penguins. Foi inclusive melhor que Neal durante o período de treinos.

Matt D'Agostini: Após uma chegada sem nenhuma baladação, D'Agostini ainda não se ambientou ao Penguins, mas já mostrou que poderá ser muito útil nesta temporada. Sua velocidade e habilidade na hora das finalizações lhe renderam bons momentos no Training Camp.

Pré Jogo - Penguins @ Blue Jackets


Classificação: Não tem.
Jogo: Pré-Temporada - Jogo 1
Horário: 19:00 de Brasília.
Local: Nationwide Arena - Columbus, OH.
Link para assistir: http://firstrownow.eu/watch/207824/1/watch-columbus-blue-jackets-vs-pittsburgh-penguins.html (Links de jogos em pré-temporada costumam ser ruins e travarem constantemente).

O hóquei finalmente voltou, ou quase isso! O Penguins volta ao gelo após o trágico fim da temporada 2012-13 e fará sua primeira partida de pré-temporada após a realização do Training Camp.
Embora pareça animador, os jogos deste período costumam ser bem fracos e em grande maioria servindo de teste para ambas as equipes.

O adversário é o Columbus Blue Jackets, time que era constantemente taxado de "saco de pancadas" da conferência oeste. A franquia de Ohio não só mudou esse status como também mudou de conferência e divisão e agora é adversário direto do Penguins na briga pelos playoffs.
Os Jackets se reforçaram muito bem, mas não chega a ser um time que assuste e os Pens tem totais condições de vencer o jogo, mas isto vai depender muito do entrosamento da equipe e da intensidade da partida.

Intensidade esta que Bylsma está tentando diminuir ao máximo. Após passar algumas temporadas sofrendo com lesões e problemas com os principais jogadores, o treinador quer que todos estejam aptos a atuarem por grande parte da temporada.
Visando isto ele promoveu um revezamento entre as linhas de Crosby e Malkin dentre os jogos da pré-temporada. Quando uma vai ao gelo o outra fica fora do lineup e vice-versa... Um maneira inteligente de não forçar  as duas principais linhas da franquia em jogos que não valem absolutamente nada.
O mesmo também acontece com outras linhas e duplas defensivas. Envolvidos neste esquema também podemos citar com destaque nomes como Letang, Sutter, Orpik, Martin, Vokoun e Fleury.

O time que vai enfrentar o Blue Jackets tem algumas surpresas. Alguns jogadores que foram bem durante o Training Camp ganharam chances e poderão ser as grandes surpresas desta partida. A lista está recheada de prospectos e pouco se sabe sobre as linhas que serão montadas.
Ao meu ver, o time deverá jogar da seguinte maneira:

BENNETT - MALKIN - NEAL
LEBLOND - JEFFREY - KOBASEW
GLASS - VITALE - KUHNHACKL
  EBBETT - SILL - FARNHAM
PAYERL

NISKANEN - SCUDERI
HARRINGTON - DUMOULIN
POULIOT - SAMUELSSON
MIKKELSON

FLEURY
ZATKOFF

Meu palpite é: Penguins 3 @ 1 Blue Jackets.

Training Camp - 3º DIA - Scrimmage e treino aberto ao público


Para terminar as atividades do Training Camp os jogadores do Penguins realizaram o tradicional Scrimmage aberto ao público e treinarem normalmente. A torcida como de costume compareceu ao local com cartazes motivacionais desejando um bom começo de temporada.

Ao todo foram 4 mil fans que ocuparam os melhores lugares da CEC. Eles traziam consigo alguns escritos de "este é nosso ano", "Crosby é o melhor jogador do planeta", "Stanley Cup voltará para casa nesta temporada" e muitos outros...
Todos estavam esperando para ver os jogadores dos quais são fãs e desejar aos mesmos boa sorte na caminhada rumo ao tetracampeonato.

Os jogadores foram divividos em 3 grupos que recebiam os nomes de A, B e C.
Grupo A: Martin, Kobasew, Sutter, Jeffrey, D'Agostini, Conner, Mikkelson, Fleury, Leblond, Jokinen, Zolnierczyk, Drazenovic, Orpik, Gibbons, Pouliot, Ruopp, McNeill, Marcantuoni, Seymour e Jarry.
Grupo B: Scuderi, Harrington, Dumoulin, Dupuis, Glass, Kunitz, Adams, McIntyre, Kostopoulos, Vitale, D'Agostino, Thompson, Letang, Megna, Murray, Crosby e Vokoun.
Grupo C: Niskanen, Maatta, Engelland, Neal, Bennett, Ebbett, Hartzell, Zatkoff, Sill, Bortuzzo, Farnham, Payerl, Despres, Uher, Kuhnhackl, Samuelsson, Malkin e Dea.

Os primeiros a entrarem no gelo para iniciarem o treinamento foram os integrantes do grupo C. Eles realizaram alguns disparos ao gol e mostraram suas habilidades para a torcida.
Bennett foi um dos que mais se destacou dentre esta parte do dia e mostrou claramente estar bem ambientado.

Após o fim do treinamento exclusivo do grupo C, iniciou-se o Scrimmage entre os grupos A e C. A torcida fez questão de acompanhar cada lance como se fosse um jogo válido pela temporada e comemorou muito os lances bem feitos por ambos os lados.
Ao término da partida o placar marcava a vitória 3 a 0 para o grupo A. Os gols foram feitos por D'Agostini, Jokinen e Pouliot.

Terminado o Scrimmage foi a vez dos jogadores do grupo A realizarem os treinos de velocidade e disparos ao gol. Aparentando um pouco de cansaço os integrantes deram seu melhor, mas nenhum mereceu tanto destaque quanto Pouliot.
O defensor prospecto fez uma ótima partida no Scrimmage (marcando inclusive 1 gol) e aproveitou a maioria das chances no treino de finalizações.

Para terminar com "chave de ouro" o Training Camp, foi a vez dos jogadores do grupo B treinarem. Eles fizeram as mesmas atividades dos dois outros grupos e foram os que tiveram melhor aproveitamento.
Os integrantes da primeira linha ofensiva (Kunitz - Crosby - Dupuis) foram os grandes destaques, além de é claro, Kris Letang que vem mostrando uma grande evolução a cada temporada.

Ao fim dos treinos os jogadores saudaram a torcida e agradeceram o apoio que tiveram antes mesmo do início oficial da temporada 2013-14.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Training Camp - 2º DIA - Scrimmage interno


Após o primeiro dia de treinos no gelo, os jogadores do Penguins tiveram uma preparação mais intensa neste segundo dia. Algumas surpresas foram muito boas hoje quanto ao entrosamento entre linhas e o desenvolvimento dos jovens jogadores se mostra cada vez mais claro.

No início das atividades os jogadores aqueceram-se por alguns minutos e patinaram por pouco tempo. O tradicional treino de disparos ao gol deu lugar a um jogo com dimensões normais e dois períodos.
Foram divididas algumas equipes e como grande destaque fica a separação de Malkin e Crosby. Cada um atuou por um time diferente e ambos chegaram a estarem como adversários no gelo, inclusive disputando o faceoff inicial que foi vencido pelo russo.

O destaque do dia foi a 1ª linha ofensiva. Kunitz, Crosby e Dupuis deram show e controlaram todas as ações durante boa parte do jogo. Ao fim, somente Kunitz não anotou seu gol e os outros dois fizeram um cada um na vitória por 4 a 1 de sua equipe.
Os outros dois gols foram marcados por Kris Letang, outro jogador que fez um excelente jogo e conseguiu produzir melhor ofensivamente com a cobertura de Scuderi.

O clima como sempre estava muito bom e descontraído, porém todos estavam jogando com seriedade. O único grande susto durante a partida foi após um hit de Despres em Crosby. Ambos falaram sobre o lance após o jogo e mostraram seus pontos de vista.
Crosby disse que foi um lance normal, assim como Bylsma também pronunciou-se a favor de Despres. O jovem defensor por sua vez disse que deveria ter tomado mais cuidado e que acredita que Crosby é um dos melhores do mundo e o jogador da franquia.

Amanhã os Pens realizaram o tradicional Scrimmage ao público. Os torcedores poderão acompanhar o desenvolvimento durante o Training Camp com uma partida do mesmo estilo da realizada hoje.
Dia 15 acontecerá o primeiro jogo da pré-temporada em Columbus contra o Blue Jackets.